Volante tremendo? Saiba qual pode ser o motivo!

28 de abril de 2020
3208
volante tremendo

Se você sente o volante tremendo ao dirigir, saiba que não está sozinho. Muitas vezes, esse problema surge de uma hora para outra e nos pega de surpresa. Mesmo ao dirigir em baixa velocidade, o volante pode sacudir de forma estranha, levemente ou violentamente, o que torna a direção muito mais cansativa. É o tipo de problema que desejamos evitar ao dirigir por muitas horas ou em uma estrada onde não existam muitas oficinas de manutenção, certo? Além de, obviamente, gerar muitas dúvidas.

Para entender o porquê disso acontecer e como corrigir esse problema, a Auto Visa Rio selecionou as principais causas. Veja a seguir!

Estou dirigindo com o volante tremendo, e agora?

2020 05 18 volante tremendo 1 Volante tremendo? Saiba qual pode ser o motivo!

Dirigir com o volante tremendo pode ser uma situação que provoca muita insegurança, principalmente para motoristas com pouca experiência. Além do mais, esse movimento do volante pode ser um sintoma de que as coisas não vão nada bem com seu veículo, o que pode comprometer a sua segurança.

A primeira coisa que você pode pensar ao sentir o volante tremendo é que isso está relacionado à direção do seu carro, e que você precisa procurar um mecânico para realizar um alinhamento. Bom, não necessariamente. A verdade é que o alinhamento não tem nada a ver com a vibração do volante ou com a trepidação do seu carro. Geralmente, esse problema está relacionado exclusivamente aos pneus.

A direção em desalinho é apenas um dos defeitos que se manifestam com esse sintoma. Lembre-se: alinhamento é diferente de balanceamento. Ficou confuso? Calma! Veja na sequência o que pode estar causando a trepidação no volante do seu veículo.

O que pode explicar o volante tremendo?

2020 05 18 volante tremendo 2 Volante tremendo? Saiba qual pode ser o motivo!

1- Os pneus podem estar fora do equilíbrio

Essa é a razão mais comum para justificar a vibração no volante ou a agitação nos pneus. Afinal, os pneus sofrem constantemente com buracos, desníveis, falta de pressão, excesso de calor, ou até mesmo freadas bruscas. Passar por qualquer uma dessas situações pode significar a perda de um aro, um peso da roda, ou o surgimento de uma bolha na lateral do pneu. Todas essas situações fazem com que os pneus fiquem desequilibrados.

Um pneu deformado ou roda torta podem fazer com que seu volante fique tremendo tanto em altas quando em baixas velocidades. Contudo, caso o volante trema apenas ao dirigir em alta velocidade, acima de 80 km/h, a causa mais comum realmente é a falta de balanceamento.

Caso rolamentos e articulações estejam folgados, é possível que provoquem uma sensação parecida no volante. Porém, nesse caso, o problema seria acompanhado de um ruído. Felizmente, essas são situações fáceis de resolver. Caso tenha derrubado um peso da roda, por exemplo, basta procurar sua oficina de confiança e fazer o reparo. Caso tenha amassado um aro ou causado danos ao pneu, isso pode custar um pouco mais caro do que um simples balanceamento. Mas também é algo facilmente resolvido.

2- Os pneus podem estar com baixa pressão

A baixa pressão pode acelerar o desgaste dos pneus, aumentar o consumo de combustível e elevar o risco de estouro. Além desses e outros problemas, é também uma possibilidade para explicar o volante tremendo.

Por essa razão, realizar a verificação da pressão dos pneus é fundamental para evitar diversos problemas e gastos com a manutenção do carro.

3- Os pneus podem estar carecas

Quando isso acontece, certamente o volante de seu veículo irá tremer. Dirigir com pneus nessas condições é extremamente perigoso, e o volante tremendo é um aviso de que já está mais do que na hora de trocá-los.

4- O sistema de frenagem pode estar com problemas

Se o seu volante treme somente ao frear, o problema pode estar no empeno dos discos de freio. Isso significa que o rotor pode estar falhando. Nesse caso, trocar o conjunto de discos e pastilhas resolverá o problema.

5- O motor pode estar com problemas

Existe a possibilidade de que a vibração do volante aconteça devido a alguma disfunção no motor do carro. Devido à complexidade de seu funcionamento, apenas um mecânico qualificado saberá identificar a origem exata do problema. As derivações podem ser muitas: falha no nível adequado de ar ao propulsor, falhas nos plugues, dentre outros exemplos.

Não ignore o problema e busque uma oficina de confiança!

As causas para que seu volante vibre são muitas, e variam das mais simples às mais complexas. O mais importante é que o motorista não ignore esse sintoma e busque uma oficina mecânica de confiança para corrigir e confirmar a origem do problema.

Você não se sente seguro o suficiente para dirigir na rua sem uma proteção para seu veículo? A Auto Visa Rio pode ajudar você! Somos uma associação de proteção veicular que cobre os prejuízos do seu carro em caso de sinistro. Oferecemos assistência jurídica, cobertura contra colisões, roubos e furtos, indenização a terceiros, serviços 24h e benefícios adicionais.

Entre em contato conosco agora mesmo e seja nosso associado!

Este artigo foi útil para você? No blog da Auto Visa Rio você encontra mais notícias e conteúdos relacionados a veículos. Confira nossos últimos artigos:

× Qual a sua dúvida?