Qual é a importância do sistema de ignição?

25 de setembro de 2019
128
Sistema de ignição: chave do carro dando ligando a ignição

O sistema de ignição é fundamental para que o motor corresponda a partida do carro. Ele é encontrado em dois modelos: estático e convencional. Vale lembrar que a manutenção periódica e preventiva é recomendada como principal forma de evitar falhas na função desse conjunto.

Portanto, um bom condutor deve manter-se atento ao desempenho da ignição de seu automóvel e buscar entender como os componentes atuam. Pensando nisso, a Auto Visa Rio preparou este artigo para que você fique por dentro do assunto! Boa leitura!

Sistema de ignição: quais são os componentes?

2019 10 26 qual e a importancia do sistema de ignicao1 Qual é a importância do sistema de ignição?

Antes de entender quais são os componentes do sistema de ignição, é preciso entender os porquês de não deixar de realizar manutenção. Quando renunciada, ela pode acarretar uma série de problemas ao veículo:

  • baixa potência e torque;
  • aumento no consumo de combustível;
  • crescimento dos níveis de poluição;
  • danos ao motor.

Agora que você já entendeu quais são os resultados da falta de manutenção, podemos ir aos componentes! Veja na sequência como eles atuam para o bom funcionamento do veículo.

Pistão

O pistão é o primeiro item do sistema de ignição a ser tratado neste artigo. Ele é responsável por aspirar o combustível e retê-lo de modo a permitir que a explosão aconteça. Como é caracterizado como um êmbolo, dentro do sistema, ele pode fazer movimentações para cima e para baixo. Ou seja, pode tanto comprimir quanto descomprimir a mistura que será responsável pela combustão.

Vela de ignição

2019 10 26 qual e a importancia do sistema de ignicao2 Qual é a importância do sistema de ignição?

Uma vez que o pistão agita a mistura de combustível, é indispensável ter algum objeto responsável por gerar a faísca. Esse, então, será conhecido como “vela de ignição”. A faísca produzida pela vela de ignição é chamada de centelha.

Em geral, o posicionamento da vela é estratégico sobre o pistão a fim de colocar fogo no líquido inflamável. Quando o fluido esquenta no interior do pistão, ele é empurrado para baixo, o que gera a movimentação da biela e dará origem a rotação da árvore de virabrequim.

Distribuidor

O distribuidor é a peça que regula a tensão para permitir que as velas soltem as faíscas. Além disso, ele também é responsável por designar a velocidade correta de cada emissão para não comprometer o motor.

Dentro do distribuidor, o rotor é a parte que fica responsável pela emissão da eletricidade para atingir as velas. De acordo com que ele gira, entra em contato com os cabos de vela e, assim, juntos, fecham um ciclo.

Bobina de ignição

A bobina de ignição, dentro do sistema de ignição, funciona como um transformador. Isso é, quando não existe tensão suficiente sobre o pistão para gerar a queima da maneira correta para girar o motor, ela converte a taxa de baixa para alta. A corrente alternada, com a qual ela opera, propicia que a rotação não seja comprometida.

Aqui, então, é importante destacar que a funcionalidade da bobina de ignição é uma solução para velas de ignição que estejam comprometidas. Isso acontece devido ao fato dos eletrodos, central e de massa, se distanciarem. Portanto, a tensão entre eles é reduzida. Dessa forma, a bobina de ignição será o item capaz de transformá-la, novamente, em alta tensão.

Gostou do nosso artigo sobre o sistema de ignição? No blog da Auto Visa Rio você encontra outros! Não deixe de conferir dicas para escolher uma boa oficina, como fazer um planejamento para sua viagem de carro e como funciona a manutenção correta dos fluidos do carro.

Fechar
Auto Visa Rio anuncia patrocínio oficial ao Fluminense